07 junho 2017

Resenha #174: A Profecia das Sombras - Rick Riordan (Intrínseca)

Título: A Profecia das Sombras
Título Original: The Dark Prophecy
Autor: Rick Riordan
Série: The Trials of Apollo #2
Páginas: 336
Ano: 2017
Editora: Intrínseca
Sinopse: Não basta ter perdido os poderes divinos e ter sido enviado para a terra na forma de um adolescente espinhento, rechonchudo e desajeitado. Não basta ter sido humilhado e ter virado servo de uma semideusa maltrapilha e desbocada. Nããão. Para voltar ao Olimpo, Apolo terá que passar por algumas provações. A primeira já foi: livrar o oráculo do Bosque de Dodona das garras de Nero, um dos membros do triunvirato do mal que planeja destruir todos os oráculos existentes para controlar o futuro.
Em sua mais nova missão, o ex-deus do Sol, da música, da poesia e da paquera precisa localizar e libertar o próximo oráculo da lista: uma caverna assustadora que pode ajudar Apolo a recuperar sua divindade — isso se não matá-lo ou deixá-lo completamente louco.
Para piorar ainda mais a história, entra em cena um imperador romano fascinado por espetáculos cruéis e sanguinários, um vilão que até Nero teme e que Apolo conhece muito bem. Bem demais.
Nessa nova aventura eletrizante, hilária e recheada de péssimos haicais, o ex-imortal contará com a ajuda de Leo Valdez e de alguns aliados inesperados — alguns velhos conhecidos, outros nem tanto, mas todos com a mesma certeza: é impossível não amar Apolo.


ATENÇÃO! Se você não leu os livros e/ou as resenhas anteriores, pode conter spoiler

Sabe quando você entra numa ressaca durante a leitura? Isso aconteceu comigo nesse livro e afetou todas as minhas outras leituras. Apesar de ser super fã do Riordan, eu aceito que algumas vezes ele pisa na bola. E, infelizmente, isso aconteceu em A Profecia Sombria.

Creio que o problema principal aqui foi a enrolação. O livro teve uns plots bem interessantes, mas que enrolaram demais pra chegar neles. E quando se chega neles, o desenvolvimento foi muito rápido e voltemos a enrolação mais uma vez.

Um detalhe que me incomodou bastante foi Apolo. Eu amo o personagem, mas aqui achei que ele estava muito caricato. OK, vemos que o personagem teve um certo crescimento desde O Oráculo Oculto, mas em certos momentos dava pra perceber que havia um humor forçado e não é bem assim que a banda toca. Espero que esse detalhe mude nos próximos livros.

Um ponto positivo na história é que descobrimos um pouco mais sobre o passado de Meg. No livro anterior, descobrimos que ela meio que foi adotada por Nero. aqui, temos alguns vislumbres da criação abusiva que ela teve e não tem como não querer abraçá-la e colocar em um potinho.

Falemos de algo desnecessário: a participação de Léo e Calipso. Bom, eu nunca gostei do Léo. Acho um personagem forçado demais, sempre querendo ser engraçadinho e pessoas assim não me descem. Aí piora tudo quando me colocam um clima de DR entre ele e Calipso. Migo Riordan, senta aqui e vamos conversar, por favor… Depois de tudo que eles passaram, você quer que a gente engula algumas desculpas para não ficarem juntos? Acho melhor rever seus conceitos.

OK que tudo que falei até agora não ajuda em convencer a ler o livro, mas se tem algo que estou amando nos últimos livros desse cara é a representatividade que ele anda inserindo. No livro anterior, Riordan abordou abertamente sobre a bissexualidade de Apolo, como ele não se importava que seu filho tem um namorado (Pausa para reclamar que Nico melhor personagem, mas ainda muito subaproveitado) (Fé no Pai que ele ganha uma saga só dele). Aqui temos um casal de mulheres maravilhosas e, literalmente, guerreiras, que adotaram uma garotinha. Fora isso, temos um personagem cujo parentesco deusístico é um iorubá, deuses nigerianos. O jeito como ele insere esses personagens e desenvolve é maravilhoso porque, diferente de outras situações do livro, não fica algo forçado; é algo natural, como na vida real.

Outro fato legal nas histórias do Riordan são as referências ao mundo pop/geek. Tem gente que acha forçado, mas isso sim eu curto porque dá um toque a mais de realidade.

Cantei “Love Is an Open Door”, da trilha sonora de Frozen. Até isso falhou

Talvez eles tivessem concluído que, se um mendigo maltrapilho queria andar na direção de um vazamento de gás, não eram eles que iam impedir. Ou talvez eles estivessem engajados em uma batalha épica de Pokémon GO.

No geral, A Profecia das Sombras foi uma leitura razoável. Com o gancho no fim do livro e a volta de um personagem bem legal, espero que o próximo seja melhor.


Resenhas anteriores
Livro 1 - O Oráculo Oculto (The Hidden Oracle)

19 comentários:

  1. Oi Lu,

    Uma pena que não foi aquela coisa né, mas às vezes os segundos livros podem passar por isso, por isso não curto tanto séries de livros, embora curte ao mesmo tempo.. É um caso sério hehe

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu, sua linda, tudo bem?
    O autor está se destacando nessa série ao fazer a inclusão de personagens com todos os tipos de opção sexual e personagens de várias culturas com mitologias que são difíceis de serem encontradas em outros livros. Gostei muito disso. Que pena que no restante dessa vez ele não agradou. Mas não podemos negar, é um livro que pertence a série, então, não tem como dizer que não leremos esse, pois estaríamos perdendo parte da história. Torcendo para que melhore no próximo. Adoro seu jeito de escrever, sua resenha ficou ótima, sincera e engraçada.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Confesso que este genero de livro não faz muito o meu estilo,mais gostei da resenha :)

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Acredita que to me cansando dos livros do rick? Sei lá, não sinto mais tanta animação como sentia antes com a serie percy jackson nao sei por que kkkkk
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Amei sua resenha Lu, gosto bastante histórias de ficção, já anotei a dica! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu!
    Li um livro do Rick e não gostei!
    Acredito que porque esse gênero não faz muito meu estilo de leitura!
    E nunca me interessei pelos títulos dele!
    Mas que bom que você gosta e que as próximas leituras sejam melhores que essa!

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  7. Oie

    Faz tempo que não leio nada deste autor, mas eu gosto muito dos mundos que ele cria, já quero este.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi
    pena que acho que esse teve muita enrolação e que algumas coisas ficaram forçadas, eu gostei muito do primeiro livro e quero muito ler esse, gosto das histórias do Rick.
    Apesar do lado negativo, pelo menos curtiu a leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Luiza!
    Sempre que vejo essas séries muito longas fico imaginando que tem livro que é só enrolação mesmo. Uma pena esse não ter sido tão bom quanto o anterior.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. Oi, Flor. Tudo bem?
    Não li sua resenha pois não li o livro anterior.
    Li o que disse no geral sobre a obra, uma pena a leitura não ter sido tão boa.
    Apesar de achar a capa dos livros do Rick Riordan muito bonitas eu não tenho muita vontade de ler eles, mas às vezes (tenho que admitir) surge uma certa curiosidade de conhecer sua escrita.
    Beijos,
    Keth.
    ♥ Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nenhum livro da série, mas parece ser uma história interessante, apesar de essa não ter sido tão boa assim para você..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oláá! tudo bem?
    geralmente, eu nunca leio os livros anteriores quando vejo esses avisos de possibilidade de spoiler.. sou uma vergonha! hahah mas enfim, eu tenho muita vontade de ler algo do autor! pena que esse não foi tãaaao bom né
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu, tudo bem??
    Menina que pena que a leitura não foi tudo aquilo que você esperava ... eu particularmente não penso em ler nenhuma das séries lançadas pelo autor até este momento. Xero!!!

    minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Lu.
    Definitivamente, eu não tenho mais interesse nos livros do Rick Riordan. Tenho a sensação que ele não inova mais nos livros devido ao fato de abordar sempre a mesma temática.
    Já vou fugir desse por causa da enrolação.

    Abraço!
    https://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eita Lu, vc está lendo Rick Riordan como se não houvesse amanhã, adorei hehehehehe Eu detesto tramas enroladas! Ainda bem que ao menos a representatividade salva, tomara que o próximo seja melhor!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  16. Oi Lu, tudo bom?
    Ai que dorzinha no coração saber que não gostou do livro </3
    Eu amo o humor do Apolo exatamente por ser bem caricato, acho que a intenção do tio Rick sempre foi essa. O Apolo é um grandessíssimo drama queen e meu espírito animal UHASUHASUHASUHASUHUHASUHASUHAS
    E SE O LÉO E A CALIPSO VOLTAM EU ME ANIMEI MAIS AINDAAAAAAA, amo esse ship amo esses dois!
    Espero que o próximo volume seja uma leitura melhor pra ti.
    Ótima resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Lu!
    Menina, amo os livros do tio Rick, como você sabe. Esses de Apolo ainda não li, pois ele lançou mais ou menos na mesma época que Magnus Chase, e acabei optando pelos nórdicos por enquanto, mas, tô doidinha pra ler!

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Oiii,
    Ah eu ainda não li esse livro, mas fiquei com muita vontade de ler.
    Adorei a resenha.
    Beijos :*

    Literatura Por Amor

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.