07 abril 2017

Resenha #154: A Noiva Devota - Mari Scotti

Título: A Noiva Devota
Título Original: ---
Autor: Mari Scotti
Série: Família Hallinson #2
Páginas: 248
Ano: 2016
Editora: Independente
Sinopse: Nascer um Hallinson jamais foi tão promissor como em sua geração, no entanto, carregar esse sobrenome era ao mesmo tempo uma dádiva e uma maldição para os herdeiros do amor lendário de Mical e Octávio. Tudo porque Madascocia tornou-se a cidade do casal que venceu uma maldição. Muitos curiosos passaram a visitá-la em busca de felicidade, amor eterno, casamentos duradouros e a solução para seus dilemas. Além das inúmeras superstições como passar pela sombra de um Hallinson; lançar cartas ao rio Llyin que corta a Mansão de Bousquet; as donzelas e matriarcas almejavam matrimônio com um dos jovens herdeiros.
Tentando adiar ao máximo esse desfecho, Samuel prolongou os estudos, mas, a saudade de uma donzela o faz retornar para casa antes do previsto.
É em um baile que todos os seus planos de a cortejar ruem. Flagrado em uma situação comprometedora, vê-se obrigado a se casar.
Ela sempre soube como se esconder da sociedade, como passar desapercebida entre as pessoas e não chamar atenção. Não que fosse complicado, ela era a mais nova das filhas, a menos formosa de sua casa. A que nasceu com uma ofensiva deficiência. Por acreditar que jamais seria notada, Rosalina guardou um grande segredo: seu amor por Samuel Hallinson. O que ela não esperava era cruzar o caminho do rapaz em um dos momentos mais constrangedores de sua vida e mudar seus destinos bruscamente.


Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe. 
Essa resenha é livre de spoilers

A Noiva Devota conta a história de Samuel Hallinson - um dos filhos de Mical e Octávio - e Rosalina Acker. Por conta de um mal entendido, os dois acabam por ter de noivar e, consequentemente, casar. OK, seria tudo tão fácil se fosse somente isso…

Rosa (para os íntimos) é uma moça inocente, sonhadora e muito encantadora. Ela possui uma pequena deficiência na perna e isso faz com que ela se sinta bastante insegura, mas, aos poucos, vamos vendo uma outra faceta dela: uma moça inocente sim, sonhadora também, mas forte e muito madura ao encarar alguns acontecimentos. Quando ela se vê noiva de Samuel, o cara que ela é apaixonada desde os seis anos (o que achei bem precoce de sua idade, já que com seis anos eu ainda brincava de bola na rua), ela se vê a mulher mais feliz do mundo. Essa felicidade foi conquistada, mas não sem antes alguns probleminhas.

Samuel é um carinha que me faz sentir amor e raivinha tudo ao mesmo tempo, mas nenhuma raiva que fosse perpetuar para sempre. Samuel foi dar uma de bom samaritano, mas ele acabou tendo de noivar a irmã mais nova da mulher que amava. Mas amava mesmo? Aos poucos, ele vai percebendo um outro lado de Rosalina e se encantando por ela. Só que foi meio difícil Rosa saber disso, afinal, era cada close errado que ele dava que… meu santo Jesus coroado! Era cada situação que dava vontade de dar uns tapas nele. Nesse momento era quando eu respirava fundo e analisava a situação que ele estava passando.

Além de ter de noivar outra mulher, Samuel já estava na sua segunda faculdade (e eu aqui sem nem terminar a minha primeira #todoschora), mas ele não estava feliz com isso pois sentia que lhe faltava algo; sem contar na pressão da história de amor de seus pais. E a cereja do bolo é os sentimentos que Rosa despertava nele. Então, creio que isso tudo é motivo suficiente para mexer com a cabeça do rapaz. No fundo do fundo, Samuel era tão inseguro quanto Rosa, mas aos poucos vai tomando tenência na vida. O bom de tudo é ver como noivar com Rosalina fez com que Samuel tivesse que tomar as rédeas de sua vida.


Nesse livro, revemos Mical e Octávio. Gostei muito da interação deles - principalmente Mical - não só com os filhos, mas também com Rosalina. Fora que percebe-se toda uma aura diferente entre o casal, como se eles tivessem mais leves para amar depois de tudo que passaram.

Adorei o modo como os personagens secundários foram utilizados. Gregório (irmão de Samuel) é aquele personagem que você se apaixona logo de cara. Isabel (irmã de Rosalina) e Margarida (mãe das meninas) são aquelas mulheres que, de primeira, se tem um pouco de desgosto, mas aos poucos vamos descobrindo lados afetuosos. Félix (pai de Rosalina) é aquele paizão que ama suas filhas e só quer vê-las bem casadas e felizes.

A história é narrada em primeira pessoa, ora por Rosalina, ora por Samuel. Eu senti um clima um tanto diferente de Montanha da Lua por motivos dos personagens aqui serem um tanto mais jovens. O título do livro combina perfeitamente com a história. A escrita da Mari aqui é tão fluída e cheia de sentimentos que, dei por mim, já estava terminando o livro. Já estou querendo muito o próximo livro dessa série e minha aposta sobre o casal está em Gregório e Isabel.


Resenhas anteriores
Livro 1 - Montanha da Lua

19 comentários:

  1. Oi, Lu.
    Eita que esse livro parece ser maravilhoso.
    Gostei que a mulher é que ajuda ele dar um rumo na vida.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Luiza, tudo bem?
    Que livro lindo, amei a resenha e a premissa chamou muito minha atenção, não conhecia essa série, adoro o gênero do livro, é um dos meus favoritos.

    Beijinhos!
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  3. "(o que achei bem precoce de sua idade, já que com seis anos eu ainda brincava de bola na rua)": vou comentar, porque é necessário, ta? Haha. Naquela época as mulheres tinham apenas dois objetivos de vida: ser mãe e ser esposa. Todas eram criadas para encontrar um marido, para se portar como um bibelô, para agradar seu futuro marido. Meninas de seis anos já sabiam como servir o chá, se sentar à mesa, como manter a postura, como deveriam carregar seu guarda-chuva, etc. Elas nasciam com a ideia de casamento já sendo colocada em suas cabeças. Uma menina de 6 anos pensar em maridos não era incomum, ela só não compreendia como sentimento, a compreensão vem depois, com a idade. O que não é necessário ficar explicando, porque é uma mulher adulta narrando na trama hahaha.
    E, ai meu coração, amei saber que você curtiu o livro e conhecer sua aposta de casal para o livro do Gregório me fez sorrir. To louca pra todos lerem e descobrirem os segredos da mocinha da história (que não vou dizer quem é). Vai ser divertido.
    Obrigada!!
    Beijo, Mari Scotti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é isso que eu mais gosto em romances de época. A gente vê toda a mudança que a sociedade já teve, de lá pra cá, principalmente as mulheres.

      Excluir
  4. Oie
    Em primeiro lugar esta capa chamou muito minha atenção e o enredo é bem daquele tipo de romance que eu gosto. Ainda não li a série, mas fiquei bem curiosa, gostei da trama.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essas histórias de época estão com tudo, né? Aposto que essa série de livros é excelente! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Luiza.
    Eu amei esse livro. Conseguiu superar o primeiro. E como já amo o Gregório, acho que o próximo eu vou gostar ainda mais. E também aposto nesse casal hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Olá Lu!

    Eu amei essa capa! Sua resenha me deixou muito curiosa para ler esses e os outros livros dessa série.

    Romances de época são maravilhosos!

    Beijão
    www.cretinaliteraria.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu, adorei a proposta do livro, adoro romances de época e nem sabia que a autora escreve este tipo de livro, vou procurar saber mais, nunca li nada da autora tb, conheço pouco. Amei a capa e fiquei com muita vontade de ler a série!

    Beijos Mila
    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  9. Eu li sua resenha sofrendo porque to querendo ler esse livro haaha <3 adorei sua resenha, muito bem escrita, a história parece ótima, com certeza lerei *0*

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lu,
    Eu gostei muito da Rosalina.
    Mesmo sendo mais submissa do que algumas mocinhas de época por aí, ela consegue encantar e ser inteligente.
    A escrita da Mari ficou muito mais madura, né?
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Lu, sua linda, tudo bem?
    Antes de mais nada gostei de saber que nesse livro o texto da Mari está mais intenso, que os sentimentos dos personagens são mais envolventes. Deve ser difícil estar no lugar dele, gostar de uma mulher e casar com a irmã dela e ainda mais por um engano. Mas que bom que a convivência vai fazer com que ele acabe se apaixonando por sua esposa. Não e lindo??? Estou louca para ler essa série. Adorei sua resenha!!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oizinho, tudo bem?
    Mais uma resenha super positiva que eu vejo sobre esse livro, a Mari super merece. Ela tem evoluído cada vez mais a escrita dela, e prevejo muito sucesso com essa série! <3

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  13. Amei a sua resenha.Você é super diverida , ri muito.
    Achei um pouco cliche o enredo , mas parece que foi bem desenvolvido e isso é o que mais importa .

    (Puxa vida,seia anos e ja ficou apaixonada?Tadinha.Sorte que eu nessa epoca só sofria correndo atras da minha irmã para ela não arrancar as cabeças da minha boneca)
    ( 2-Sobre a faculdade :Que injustiça! E eu aqui sofrendo tentando arranjar alguem para pagar ao menos uma faculdade publica para mim)

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Gostei da capa do livro, isso por si só já chamaria minha atenção. Mas pelo que vejo da sua resenha o enredo é muito bom também, a premissa é bem legal.

    Beijos
    construindoestante.blogspot.com.br || Concorra a um vale presente de R$40,00

    ResponderExcluir
  15. Oi Lu!
    Gosto desse tipo de história! Amo esses romances e últimamente é o que mais leio. Estou viciada amiga. Vou depois conferir a sua resenha da Montanha da Lua. Verifiquei que estão no kindleunlimited e já coloquei na lista.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Oi Lu!!! Eu ainda não li o anterior, mas lendo suas resenhas, já sei que Mari Scotti é um arraso! Quero muito ainda conhecer as obras delas! <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  17. Oi, Lu

    Eu ainda nem li Montanha da Lua, mas vontade não me falta, o que me falta é tempo, pois é muito livro pra pouco eu! Hahahah
    Eu com seis anos tava montando toda a casinha da Barbie pra focar de saco cheio e desmontar depois sem ao menos brincar! Hahahahaha
    Amo essa capa!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  18. Hey, Lu sua lindona!
    Sempre lacrando nas resenhas!!
    Eu não conheço o trabalho da autora, mas uma amiga me fala muito da autora! Muito mesmoooo, e com essa resenha magnífica, fiquei realmente curiosa. Até porque, essa capa linda e esse título perfeito, me chamaram a atenção desde que vi você comentando que o tinha lido a um tempinho atrás... enfim, amei! <3 rs.
    Mil beijokas - Entre um Livro e Outro

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.