30 março 2017

Resenha #152: Um Perfeito Cavalheiro - Julia Quinn (Arqueiro)

Título: Um Perfeito Cavalheiro
Título Original: An Offer From A Gentleman
Autor: Julia Quinn
Série: Bridgertons #3
Páginas: 304
Ano: 2014
Editora: Arqueiro
Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu.
Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict.
No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível.
Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.


Se você não leu os livros e/ou resenhas anteriores, não se preocupe.
Essa resenha é livre de spoilers

Logo na sinopse, somos informados que Um Perfeito Cavalheiro é uma releitura de Cinderela. Bem aí já me ganhou porque se tem uma coisa que amo são releituras. O que difere aqui é que, apesar realmente da releitura, temos uma história diferente do conto de fadas depois de algumas páginas.

Começo logo dizendo que que amei - repito amei - e achei tudo muito lindo o encontro de Sophie e Benedict no baile. Podemos sentir toda aquela magia de conto de fadas, até na conversa entre os dois.

Sophie é uma mocinha que pulou um pouco a fila da sorte, mas nem por isso ela perdeu sua dignidade. Filha bastarda de um conde, ela se recusa a ter o mesmo destino de sua mãe e se recusa mais ainda de deixar um filho seu ter a mesma vida que ela levou.

Sophie sonha com uma vida melhor do que leva, mas ela tenta se conformar que pode não ser com um príncipe encantado - ou, no caso, o irmão de um certo visconde. OK que é bem difícil resistir a tantas investidas de Benedict, mas gostei muito que Sophie, apesar de todo seu amor pelo cara, não cedeu às suas condições de relacionamento. Se é que pode se chamar de relacionamento. (Se fosse comigo, no mínimo, teria rolado um chute nos países baixos)

Em certos momentos, você vai sentir sim raiva de Benedict, justamente por essa obsessão de ter Sophie como amante. Mas, como todos os outros mocinhos que já apareceram aqui, vai ser difícil essa raiva se perdurar por muito tempo. Apesar de Benedict ser o segundo de oito irmãos, percebe-se que ele sofre da “síndrome do irmão do meio” como eu digo. Claro que não deixa ninguém perceber isso, nem sua própria família, mas ser reconhecido como o Número Dois não é nada legal. Apesar de seu encantamento um pouco revolucionário por Sophie, ele se sente bem ao lado dela justamente porque ela o vê como ele é e não somente um solteirão cobiçado número dois.

Falando nessa obsessão de Benedict, creio que o título original do livro - traduzindo Uma Oferta de um Cavalheiro - tem bem mais a ver com a história, já que nem sempre Benedict foi um perfeito cavalheiro. Quem sabe essa série aparece num futuro Tecla SAP?


Se no livro passado, a madrasta era um doce de pessoa, nesse aqui a mulher é cão em forma de gente. Na moral… Araminta e suas filhas - Rosamund e Posy - não aparecem tanto, mas toda vez que essa mulher aparecia, subia um ódio gigante e a vontade de arrastar a cara dela no muro de chapisco era enorme. (Pra quem não entendeu a referência, veja esse post).

Araminta e Rosamund (uma de suas filhas que, ao decorrer da história, foi esquecida no churrasco) possuem características que eu abomino nas pessoas, dentre elas um ego super inflado. Apesar também de quase não ter aparecido, eu senti tanta pena da Posy, tadinha. Uma garota tão legal, mas com uma família dessas.. Mas é como dizem: parente, infelizmente, a gente não escolhe.

Um dos principais motivos do meu gosto por romances de época é poder comparar a sociedade daquela época - principalmente o papel da mulher - com a sociedade hoje em dia. Na resenha de O Visconde que Me Amava, comentei o fato de que o homem quando decide se casar, era só escolher alguma pretendente, como se fosse um objeto na prateleira. Aqui, podemos ver como era “aceitável” para a sociedade o homem manter uma amante, mesmo sendo casado. Ou seja, as mulheres eram, basicamente, separadas em feitas para casar e amantes, o que infelizmente persiste até hoje.

Desde O Duque e Eu, Violet já havia entrado no rol de melhores mães ever da literatura (rol este que somente era formado por Molly Weasley). Nesse livro, a mulher arrasou! Aqui ela recebeu um pouco mais de destaque e, nas entrelinhas, se tornou a fada madrinha da Sophie.

Gostei também que temos um pouco mais de participações de Eloise, Francesca (que também havia sido um pouco esquecida no churrasco) e Hyacinth. Só fiquei um pouco triste porque meu Bridgerton favorito até agora, Colin, quase não apareceu. Mas logo essa tristeza passa, já que o próximo livro é o dele #yay

E essa Lady Whistledown que só me deixa mais curiosa sobre sua real identidade. Me sinto jogando Detetive, catando pista em tudo quanto é lugar. Eu já tenho minha listinha de suspeitos e espero que pelo menos um deles esteja certo. Fiquei sabendo que descobrimos a verdadeira identidade em Os Segredos de Colin Bridgerton e estou super espantada com a minha capacidade de ter conseguido me desviar desse super spoiler.

Até agora, o saldo do projeto Um Ano com os Bridgertons está sendo bem positivo: três livros lidos, três livros favoritados. Pelo visto, acho que não vai ser um ano todo, mas será tão bom quanto.

PS: gente, o que foram aqueles últimos capítulos?!? Eu ria alto lá no meu quarto, feito uma retardada.


Um Ano com os Bridgertons
Livro 1 - O Duque e Eu (The Duke and I) ✔
Livro 2 - O Visconde que Me Amava (The Viscount Who Loved Me) ✔
Livro 3 - Um Perfeito Cavalheiro (An Offer From a Gentleman) ✔

Livro 4 - Os Segredos de Colin Bridgerton (Romancing Mister Bridgerton)
Livro 5 - Para Sir Phillip, Com Amor (To Sir Phillip, With Love)
Livro 6 - O Conde Enfeitiçado (When He Was Wicked)
Livro 7 - Um Beijo Inesquecível (It’s In His Kiss)
Livro 8 - A Caminho do Altar (On The Way to the Wedding)
Livro 9 - E Viveram Felizes para Sempre (The Bridgertons: Happily Ever After)

12 comentários:

  1. Oi Lu!!!
    Pelo visto essa série é bem legal! Tenho visto muitos comentários positivos a respeito dela e adorei sua resenha! Deu muita vontade de iniciar a série :)
    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu, que ótima resenha, acho que estava precisando ler ela, ando numa vibe não muito boa para os livros e talvez ler esta série seja uma boa, não sabia da releitura, curti!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  3. Aaaaa eu tenho tanta vontade de ler essa série...
    Pena que agora não tô podendo comprar os livros.
    Mas assim que der eu quero começar a ler ela siiim!

    Beeijos

    http://www.ooutroladodaraposa.com.br/2017/03/5-livros-para-ler-no-outono.html

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu! Esse de todos é meu livro favorito justamente pela releitura, no qual fiquei apaixonada. Quando li o livro do Colin, eu li traduzido por terceiros, então eu não entendi muito bem qual era o segredo dele, mas claro, você logo sabe quem é a pessoa que escreve lá, mesmo assim, foi um dos livros que menos entendi e menos gostei da série. Porém, tenho ele em casa agora e pretendo reler para entender melhor.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  5. Estes livros de época estão sendo super comentados, né? Amei sua resenha! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. OWMMM esse livro é MUITOOOO fofo, lembro que AMEI quando li. Muitos suspiros RSR
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Lu, tudo bom?

    Ainda não li nada da Julia Quinn, mas tá na minha lista de 'preciso ler algum dia'! Tenho uma amiga fissurada pelas histórias dela, e um bom romance histórico sempre tem espaço no meu coração <3
    Essa capa é linda demais!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu!!! Eu confesso que tive vontade de bater no Benedict algumas vezes, mas no final me rendi a mais um Bridgerton. Sem contar que a Violet brilha, né? Aii que vontade de reler tudo kkkkkkkk

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi Luiza, tudo bem?
    Menina eu amo essa série! Já li todos e gamei em todos eles! Essa família é linda demais! Meu preferido é O Duque e Eu, com este em segundo! Adorei sua resenha e espero que você consiga ler todos eles até o final do ano. A família merece!
    Bjus lindona!
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Aiii sim! Fico feliz que tenha gostado! Eu nao li nada da autora ainda. Eu também gosto de comparar a sociedade antiga com a atual no livros de época!
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  11. Oie Luiza =)

    Esse é meu livro favorito de toda a série <3

    Muito amor esse casal! E olha que nem curto a Cinderela rs... Mas achei perfeito! Lendo a sua resenha me deu até vontade de reler ele.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu!
    Uma delícia poder ler sua resenha e rever essa linda história. Mais um casal que me conquistou e nem me fala dessa mádrasta e suas achando-se as rainhas do pedaço.
    Tenho que me animar a fazer as resenhas do que já li. Vergonha....
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e volte sempre!
Deixe seu comentário/opinião; estou muito interessada e ele será respondido assim que possível.
Deixe também seu blog, se tiver, que assim possível farei uma visita :)

Tecnologia do Blogger.